domingo, 28 de junho de 2009

God Help The Girl

God Help The Girl no NY Times

* A revista do The New York Times fez uma matéria de quatro páginas com o Stuart Murdoch (aquele loirinho tímido e frágil por trás do Belle & Sebastian) e seu novo projeto, o God Help the Girl. São 6 cantoras diferentes, escolhidas em auditions, cantando sobre amores, sentimentos, doenças e o cotidiano, com o próprio B&S como banda de apoio. Ou seja: mais parece a mesma banda escocesa, mas com várias Isobel nos vocais.

* Eu não me canso do indie-la-la-la tchu-ru-ru, mas sei que o disco não vai agradar os que não aguentam mais esse tipo de chororô.

* Voltando à matéria do NYTimes, algumas coisas que eu não sabia sobre o Murdoch:

- ele tem 40 anos! Corpinho de 12.
- é casado com uma fã, fotógrafa de Boston, que foi falar com ele após um show nos EUA.
- "He has a weakness for the ladies", vejam só... Eu sempre achei que ele fosse gay.
- teve problemas sérios de saúde na adolescência e desde então é um "churchgoer", de cantar no coral da igreja e tudo.
- teve anorexia
- recebeu uma fan letter do produtor Barry Mendel (de “Rushmore” e do próximo filme do Judd Appatow, “Funny People”). O cara se empolgou com o roteiro indie-musical do Murdoch e as filmagens estão previstas para começarem no ano que vem.

* A banda não é uma banda propriamente, como ele explica na matéria. Ela surgiu para ser uma trilha ao roteiro que Murdoch vem escrevendo há aaanos para um musical, o "God Help The Girl". Selecionou as meninas, chamou os amigos para um backup, e só então ele percebeu que escrever música era muito mais fácil que escrever um roteiro.

* E foi assim que -e eu acho que isso é inédito, a trilha sonora de um filme saiu antes do próprio.

* O CD foi lançado na semana passada, mas as músicas já corriam a internet há um bom tempo. Abaixo, o vídeo para "Come Monday Night". O moço da história, apesar de ser quase uma versão britânica do Matheus Nachtergaele, é o mesmo cara que fez o papel de Bernard Sumner no filme Control:

* A parte mais bizarra da matéria, no entanto, vem logo no começo, quando o NYTimes explica didaticamente o que significa o termo "indie". Ainda precisa? Highlight para a parte que diz " música que não vende muito bem":

"Indie pop is literate, low-fidelity, oft-downbeat music that doesn’t sell very well and is usually distributed by undercapitalized independent record labels."

* A primeira foto é do NYT, mas as outras duas são do site oficial. Só tem foto linda lá. Outros links:

--> Para ouvir: [ MySpace GHTG ]


--> Para ler a matéria do NYT: [ Songs about Feelings and Women ]

--> Para saber mais: [ Wikipedia ]

5 comentários:

Carolina disse...

Adoro B&S! Sobre a mulher do Stuart: ela está no encarte e capa do "The Life Pursuit"; na capa, ela é a moça que está mais abaixo.

Bean Jean disse...

pois é! eu não sabia disso... a matéria foi "reveladora" pra mim. =)

Kamille disse...

Adorei! Mas acho que não é inédito, não: o Paul Thomas Anderson disse que fez 'Magnólia' inspirado nas músicas da Aimée Mann.

Bean Jean disse...

ah sim, mas ele não se inspirou na trilha! A trilha sonora do filme ficou pronta antes do filme. Não conheço outro exemplo desse, vc conhece?

Anônimo disse...

Quadrophenia, do The Who. ou Tommy, né