segunda-feira, 15 de janeiro de 2007

Bebê Virtual

Ainda não entendi qual é a do Second Life, mas toda vez que leio alguma coisa sobre, levo um susto.

Primeiro foi o mendigo virtual. Depois li que um dia desses, a milionária do Second Life ( !!! ) estava dando uma entrevista virtual quando foi atingida por tortas virtuais na cara virtual. Os que a atacaram vão sofrer processo virtual.

Nessa loucura toda, ainda tem gente que tem tempo suficiente para querer ser um pai virtual.

Li no G1, mais especificamente aqui (G2), que vai nascer o primeiro bebê brasileiro no Second Life. É difícil de entender. Não como o rebento foi concebido, e sim como esses "residentes" criativos tiveram essa idéia ridícula.

Frases tiradas do G2:

"No caso de Patricia e TH, entretanto, a coisa é diferente. Depois de namorar por um tempo, o casal de residentes resolveu recorrer a uma clínica de inseminação artificial – dentro de SL, claro – para “encomendar” seu bebê. “Pagamos 3.000 lindens pelo tratamento”, contou-me TH, enquanto imagens românticas dele e da futura mamãe iam se alternando em um imenso telão instalado em seu apartamento.

“Tu escolhe por quanto tempo quer ficar grávida. Escolhi nove dias. E então o pessoal da clínica faz teus shapes para tu ir trocando durante a gestação”, explicou Patricia, já em seu oitavo dia de gravidez em SL, algo parecido a oito meses na vida real aí fora.

Apesar de toda a expectativa em torno do nascimento do pequeno Darrell, Patricia insiste que a gravidez foi “um acidente”.


Atenção: sexo virtual sem proteção também oferece riscos. Hello!

Aos que acharam a história toda muito meiga, uma notícia triste: a relação virtual do papai e da mamãe já foi pro espaço.

Diz o pai virtual:


“Eu sou meio complicado. Estava sentido que iria levar problemas para a nossa família”, reconheceu ele, que trabalha como policial em SL, mas não se preocupa com o dinheiro da pensão. “Ela é rica”.



* Existe clínica de aborto no S.L.?
* E terapia de casal?

3 comentários:

Lucasof disse...

É o grito de libertação da esterilidade! O Teleton de quem tem os espermatozóides de verdade meio tronchos!
Vc por favor respeite, mocinha.

Quer ser minha barriga da aluguel no SL? Sem amor, just business. Pago bem. Lá eu sou rico e fino, só glamour. Dei um golpe numa velhinha...

Anônimo disse...

O meu medo é que isso seja "o lance" e eu que não esteja me ligando.

line disse...

aiai. viver uma vida só tá difícil... imagine ainda ter outra virtual!