terça-feira, 2 de janeiro de 2007

Réveillon - 2007. Já?



mais um!
atingindo a maioridade paulistana: faz 18 anos que moro em São Paulo.

são 18 anos morando longe (mas tão perto!) dos meus pais, o que talvez explique a total ausência de legumes na minha dieta. E as lacunas mpbistas na coleção de cds. E as contas astronômicas de telefone. E o sotaque confuso.

Tenho mania de contar os anos: faz 10 anos que não dirijo, 9 que terminei a faculdade, 8 que morei em Londres, e assim por diante. Dá uma sensação de urgência que sempre me empurra para algo novo. E certeiro. Ou não.

Estabilidade definitivamente me assusta.

Odeio resoluções de ano novo estilo "entrar para a academia". Só a sensação de que fiz algo de novo já faz meu ano valer a pena.

Sair de um emprego e agarrar outro sem pudor, testar coisas, testar lugares, tirar tudo da poupança para ver aquele amigo que mora longe, fazer o que gosta de graça, fazer o que gosta ganhando... É isso que torna um ano diferente do outro. Porque não há nada pior que contabilizar anos de "trabalho e contas pagas".

Em 2006 eu comi peixe cru por exemplo. Sem fazer careta. Baita avanço. =)

são as pequenas conquistas, sempre.

tic tac no banco correndo solto e em 2007 estarei aí, Iagão. Aguarde.

Um comentário:

ju disse...

feliz ano novo bean.
quero ir mais nas suas festas em 2007.
abraços.