terça-feira, 21 de agosto de 2007

Paguei o resgate!!!

Fotos recém-saídas do cativeiro

* Uma vez li um artigo interessante na Revista da Folha (link só para assinantes) sobre o Flickr. Como vocês sabem, o Flickr é genial, muito melhor que o Fotolog e ainda é chique. Não tem aquele bando de gente maluca mandando corrente pelos comentários, nem aquele "mi édi" insuportável dos miguxos.

* A única desvantagem do Flickr é que ele mente um pouco pra gente. Você acha que pode ficar todo bonitinho subindo foto de graça, até que um dia, na 201ª fotinho... KATAPLOF: descobre que suas fotos foram "escondidas" até que você as libere pagando uma taxa. Não tem a ver com o tamanho da foto, como a gente imaginava, e isso é frustrante.

* A jornalista Mariana Barros chamou essa pegadinha de "foto-seqüestro", e achei a definição perfeita. Abaixo, um trecho do artigo dela, que você pode garimpar na Revista de 27 de maio de 2007:

"Parece um convite a fazer um upgrade, mas, olhando de perto, é um pedido de resgate. Depois de publicar 200 fotos no site, o usuário do Flickr tem o excedente seqüestrado. Não importa o tamanho que as imagens tenham: se passar de 200, a única maneira de voltar a ver as primeiras é pagando um "resgate" de US$ 24,95 anuais, preço do upgrade para a conta Pro.

Essa foi minha surpresa quando publiquei minha 201ª foto no Flickr. Sem nenhum aviso, descobri que não tinha mais acesso às minhas fotos. Uma mensagem na minha página pessoal avisava que as imagens não haviam sido apagadas; continuavam sob poder do Flickr, mas eu só voltaria a vê-las se pagasse a quantia exigida pelo site. Eu ainda não paguei, mas é provável que acabe cedendo para voltar a ter acesso às imagens que eu, talvez ingenuamente, julgava serem minhas."

* Pois é. Depois de alguns anos me contentando com as fotinhos mais recentes na página, paguei o resgate! Tudo para poder documentar a viagem sem ter que encher o saco da família e dos amigos com emails de trocentos giga...

* Passem depois, vou tentar atualizar sempre. Obrigada aos amigos por todos os jantares oferecidos antes da viagem! Estou uns 4 kilos mais gorda, mas valeu muuuito a pena! =)

5 comentários:

beck disse...

Eu diria "Sue them!", mas isso de 200 fotos está no contrato.

fernanda disse...

putz, eu acho que sou a unica pessoa do mundo que nao se entende copm o flickr. Mas eu acho estranho não poder separar as fotos em pastinhas ou por grupos. Fica td meio misturado e eu fico tensa, hehe.

giancarlo rufatto disse...

é obvio que existe uma clausula escrita isso né. é q nem o myspace, se quiser o dono da coisa pode vender todas as canções que estão disponiveis la. rolou algo assim com o artic monkeys quando eles estouraram.

Paulinha disse...

Adorei o "garimpar"!!!! Ótimo!
Vou ler sempre! Escreva todas as coisas engraçadas! Bjos!

Bean disse...

eu só tinha lido no contrato que a gente tinha um limite X de giga para a conta grátis... entao sempre dei um eito de baixar fotos mais leves e sempre acompanhei o "espaço livre". Meu "espaço livre" estava totalmente "livre" quando atingi 200 fotos... sacanagem. Mas nunca dei bola pra isso, noa, ate precisar de uma foto antiga que estava no cativeiro.
=)