domingo, 31 de maio de 2009

Too Fast.Too Soon.

* Não é lindo demais o aviso de "GRAVANDO" do estúdio da TRIP? Gravamos o programa Etc lá toda semana e sempre quis registrar o mini "drive-in" mais fofo do mundo.

* Para ilustrar tamanho romantismo, a musa & a canção:

Cat Power - "Crying, Waiting, Hoping"

* Sem querer quebrar o clima, mas já quebrando... Eu tinha colocado um trecho da música "Could We" (do álbum The Greatest). A letra é linda. Mas, quando fui procurar pelo vídeo, levei um susto com o primeiro que apareceu no search. Era um da Cat Power doidaça e com os olhos esbugalhados cantando no Primavera Sound do ano passado:


* Vejam o 01m09seg. Qua-se caiu o mito.

5 comentários:

Ferr disse...

Bean, eu tava nesse show. Foi incrivel. Mas eu revezava ficar passada e ficar um pouco com medo dela ter um treco.

Kamille disse...

Eu vi um show dele horroroso no Rio, há anos, com uma guitarra velha que dava ruído (não-proposital) toda hora. Ela é muito louca.
Mas é genial também... E é por isso que a gente ama a Cat Power assim mesmo :)

Bean Jean disse...

engraçado, mas toda vez que falo da Cat Power aqui tem um fã triste que comenta que se decepcionou com ela...
bem, vamos torcer pro show ser ao menos "ok" desta vez, né? We <3 Cat Power. haha

Edson disse...

opa! o mini drive in é bacana, visualmente falando !;)
abraç.

Thais disse...

Quando eu vi a Cat Power aqui em Boston em 2006, ela tava na fase 'clean', supostamente sem beber nem usar drogas. O show foi devagaaar, arrastado, melancolico, ate nas musicas mais animadinhas do The Greatest, que ela tinha acabado de lançar. A 'Lived in Bars' perdeu um pouco da graça, assumo - e era a minha favorita na época. Apesar de tudo isso, eu adorei e saí de lá bo-ba com a voz da mulher. Show da Cat Power é e sempre vai ser imprevisível, seja com ela doidona ou na fase careta. Tipo, impossível cantar junto. Haha.