quarta-feira, 22 de novembro de 2006

Toda chapinha será castigada














Já foi difícil para o meu cabelo aceitar que ele não nasceu liso. Principalmente nos anos 80, quando não existia chapinha e eu tinha que me sentir o máximo saindo do salão parecendo uma das Panteras.

Quando eu tinha uns 12 anos, pedi para ter o cabelo da Maitê Proença na novela "Sassaricando" (1987). Esse aí da foto, que para mim era o ideal de beleza. No mesmo dia eu: 1- alisei o cabelo pela primeira vez na vida com uma química perigosa e fedorenta que parecia soda cáustica (ou era mesmo?), 2- REPIQUEI o cabelo em 200 camadas (na época, pediam para você jogar a cabeleira para frente, e passavam a tesoura com você com a cabeça pra baixo), e 3- fiz a primeira escova Pantera da minha vida, daquelas que deixavam os cachos em câmera lenta ao vento.

Além de ter ficado horroroso (para os padrões de hoje, neam), tive que aprender a fazer escova sozinha to-da vez que lavasse o cabelo. E é por isso que a chapinha é sim, uma grande invenção da humanidade e não se fala mais nisso.

Mas depois de uma ameaça de um abaixo-assinado por parte de um grupo adolescente, para que eu não fizesse a tal escova definitiva, resolvi deixar os cachos saírem - um pouco - do armário.

Eles estavam felizes e saltitantes...até ontem.

Sempre foi difícil explicar aos cachos que para a firrrma do shampoo eles são: "rebeldes", "indisciplinados", "difíceis de pentear", "armados e quebradiços", "secos e sem-vida" e ainda..."frágeis e danificados".

Esses são os eufemismos com os quais eles têm que lidar todas as vezes que vamos ao supermercado.

Eu estava usando um novo aí, que ajudava na chapinha. Além de "disciplinante", ele era "liss intense" ( !!! ) e pasmem: "anti-frizz". Frizz, como vocês devem saber, é "pixaim" em inglês. Mas para não ficar chato, eles acharam chique chamar assim.

E agora vem o baque: o anti-frizz não se chama anti-frizz mais. Ontem fui ao supermercado e tive que explicar ao meu cabelo que agora a gente usa um...ANTI-PALHA!!!

Isso. Era só o que faltava. Além de todos os xingamentos lá de cima, agora eu uso shampoo anti-palha. Tirei foto e vou postar aqui assim que der tempo.

E se alguém vier me encher o saco com aquele papo de "prefiro os seus cachos naturais" vai levar uma prancha de cerâmica na testa.

4 comentários:

o peter, o bjorn ou o john disse...

não que eu goste de apanhar, mas que você fica MUITO mais bonita 'enrolada' fica.
=(

Anônimo disse...

em breve no Milo e no Studio. http://www.thecoolhunter.net/lifestyle/HAIRSTRAIGHTNING-VENDING-MACHINES/

Bean disse...

Páaaaara tudo! quem foi o anônimo que deixou esse link maravilhoso??? Vou postar isso, muito obrigada. Não pretendo me alisar no banheiro, mas a idéia é boa.

E tem até suecos dando pitaco na chapinha de moi? tsc tsc.
eu tbem curto o enrolado, peter bjorn e john...mas usar shampoo Anti-Palha é deveras humilhante, no?

Kamille disse...

Eu não acho a chapinha a melhor invenção, porque lavo o cabelo todo dia e teria que fazer sempre... Queria uma escova-progressiva milagrosa, pode ser?