sexta-feira, 1 de dezembro de 2006

O Cubo de Rubik

ATENÇÃO ----> o post anterior foi uma analogia.

Mas como a internet é uma maravilha, ao escrever o post quis lembrar o nome do cubo. E de um link a outro cheguei nisso. O YouTube acaba de me tirar um trauma de infância.

Veja um Cubo de Rubik "se" resolvendo sozinho:



eu sou bem mais complicada.

2 comentários:

Pri disse...

Hahah , muito bom. You Tube resolvendo traumas de infância. Esse aí deve ter sido um dos meus primeiros desafios intelectuais (será que posso chamar assim?) nunca vencidos.
Me lembro de ver em casa de amigos cubos estraçalhados com as “corzinhas”descoladas e recolocadas (risos) ou então com pecinhas meio soltas tipo, “vou arrancar as peças e pôr no lugar” Isso fazia eu me sentir bem melhor....

Bean disse...

hahahahahaha
eu tinha um cubo genérico, que não era em formato de cubo, mas de cilindro. Era de vidro e não tinha como descolar. Nem quebrar o vidrinho eu consegui.
=)
certo que eles davam isso pra gente só paras as crianças pararem de encher o saco.