terça-feira, 10 de abril de 2007

Mofo do Bem

* Meu Tio tem um sítio que é point obrigatório de toda a família há mais de 30 anos. Tudo o que você quiser tem lá. De piscina a campinho de futebol. De rio com lambari a salão de jogos.

* O salão de jogos, é de longe o lugar mais freqüentado pelos primos. Todos nós agora bem crescidos e (bem) acima dos três.ponto.zero. É nessa salona que meu Tio guarda todos os nossos brinquedos, do jeitinho que abandonamos por lá. Tem um armário só de jogos de tabuleiro, tipo WAR e Interpol. Tem uma mesa de ping-pong descascada e uma mesa de sinuca novinha. Peteca e Pandeiro.


* Ele ainda tem essa televisão de madeira comprada em 1970. A primeira TV colorida da cidade, que fez meu tio virar uma mini-celebridade na copa de 70. Detalhe: olhem o ATARI su-su-sucesso na caixa original. Ainda funciona, mas o cartucho dos Smurfs, preferido das meninas, já era.


* Achei esse jogo "Pega-Varetas" no domingo, no almoção de Páscoa. Como ninguém nunca morreu jogando isso? Nem um olho furado? Nem uma garganta esburacada? Sempre saía briga nesse jogo tenso, mas por sorte nunca houve perfurações graves. Detalhe: percebam o "fliperama analógico" (thanx, Az) e laranja ao fundo.

* Dúvida: Por que um homem sério e de família, com cara de marceneiro de Modesto-California e usando rayban foi escolhido para estrelar essa campanha de brinquedo assassino?

5 comentários:

Rê Gallo disse...

Invejeiiii!!

Angelo disse...

Naquela época ainda não devia existir o Inmetro. O Pega-Varetas ia ser reprovado de cara no teste do Fantástico. Sensacional a TV de madeira.

Kid A disse...

Isso não é um sítio. É a definição de patrimônio histórico afetivo. Será que o moço de ráibã não tá imitando aquele povo que fica nas mesas de jogo em Las Vegas? Tipo, mascaram o olhar para o oponente não perceber o estudo minucioso? Amei o rootismo da camisa dele. É digno.

JS disse...

a d o r e i - gracias novamiente

Bean disse...

hahahahaa
"Digno" é o seu comentário, Kid. Rootismo, olhar mascarado, Las Vegas, etc. Quase tive que reescrever o post! =)
muito bom.

o Angelo disse uma verdade... Como éramos felizes sem o Inmetro...